terça-feira, 7 de junho de 2016

Quem não anota, sabota!

 
Bom dia, pessoal!
Essa é uma grande verdade para mim: quem não anota, sabota!
Passei grande parte do meu emagrecimento fazendo a dieta dos Vigilantes do Peso (VP) e uma coisa muito exigida por eles é anotação dos tão temidos pontos. Eu anotava tudo, TUDO! Não deixava passar nada e sabia exatamente o que eu ainda poderia comer e quanto poderia comer. Isso foi essencial para que o meu resultado viesse: 14kg em sete meses.
Depois que abandonei a contagem de pontos o emagrecimento se manteve por mais ou menos um ano. A sabotagem não demorou para aparecer e o resultado veio: ganhei 8kg. Tentei recomeçar com o VP e não consegui, tentei a Dukan, tentei a Paleo e nada. Mas sabem o motivo desse fracasso? A falta da anotação! Não é a dieta que é ruim, é a anotação que faz toda a diferença.
Algumas dietas não exigem a mesma anotação do VP mas é importante sempre planejar suas refeições. Quem nunca acordou com uma vontade enorme de começar a dieta e quando foi para a cozinha se deparou com diversos alimentos inapropriados para esse objetivo e sem nenhum aliado? O planejamento te ajuda a ter em casa o que você precisa e isso não depende do que você segue.
No momento estou tentando ser mais "natural". Uns chamam de Paleo, outros de Primal, parece com LCHF... O nome eu não sei, mas estou tentando descascar o máximo possível e abrir menos embalagens. Não estou emagrecendo, também não estou engordando. Isso já é um ponto bem positivo, rs.

*Lili quer voltar a anotar/planejar as refeições. Tá difícil... 

domingo, 28 de junho de 2015

Paleo, Low carb e afins.

     Fim de semana de muita leitura por aqui. Estou pensando seriamente em adotar o estilo Paleo de viver. Eu sempre gosto de me informar das coisas e por isso passei o sábado todo lendo sobre esse assunto.
     Comecei a me interessar quando uma amiga me indicou um IG e de lá fui parar no site do Teco Mendes. Li todas as postagens dele mas ainda assim não estou totalmente convencida. Me parece difícil demais viver sem farinha de trigo! 
     Não sei ainda o que farei, não tenho mais tempo de escrever aqui no blog e não estou prometendo nada. Sigo tentando...
     Quem se interessou pode visitar o site do Teco Mendes e começar a viajar na leitura. Dessa vez o destino é a Idade da Pedra Lascada! kkkkk

quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

E eis que tudo se fez novo... De novo!


Ano Novo. Tudo novo? Não! 
Me dei conta que em 2013 não escrevi um único post nesse blog abandonado. A falta de postagem seria falta de assunto? Não. Eu vivi, logo tenho algo pra contar. Mas e o sumiço? O que houve? Desanimei de algumas coisas, mergulhei de cabeça em outras e o blog que era um espaço para falar mais sobre dieta, ficou abandonado.

Não preciso dizer que a falta de postagem resultou em aumento de peso né? Não foi muito, mas foi, rs. Quando parei de postar eu estava com 52kg e atualmente estou com 58kg. E como o ano é novo, o peso pode ser novo também! Lá vou eu pra mais uma tentativa. Vou aproveitar essa animação de virada de ano e tentar focar no bem estar de novo.
Se eu quero coisas novas preciso ter atitudes novas também. Pensando nisso, hoje eu fui caminhar! Uma nova atitude rumo à um novo resultado.
Caminhar nesse paraíso é bom demais!

quarta-feira, 6 de junho de 2012

Novo nome do blog.


     Preciso urgentemente trocar o nome desse blog. Estive pensando e acredito que ele deva se chamar: Lili não fala nada! É essa a sensação que tenho tido nos últimos meses. Não falo mais nada! Não sou mais a mesma!
     Quando eu escrevia sobre a reeducação alimentar eu era mais animada. Apesar de todos os problemas que uma pessoa com restrições alimentares passa, eu era sim mais animada a escrever. Acho que escrever me ajudava a não comer, rs.
     Antes os meus textos eram lidos por pessoas que eu não conhecia pessoalmente, mas depois eu comecei a receber "cobranças" de amigos próximos, de parentes e até da minha mãe, rs. Ficou estranho e ao mesmo tempo prazeroso. Tenho amigas que me cobram, querem saber o que tenho feito e posso dizer com certeza que tenho feito muita coisa! Muitas coisas bonitas e muitas coisas gostosas também!
     Se eu voltasse a escrever com a frequência de antes, teria assunto pra mais de metro! Vou tentar atualizar mais esse cantinho! Fiquem com Deus! 




terça-feira, 6 de março de 2012

Os bordados da vida

Esse texto é especialmente para você que está passando por um momento difícil!

     Quando eu era pequeno, minha mãe costurava muito. Eu me sentava no chão, olhava e perguntava o que ela estava fazendo. Ela respondia que estava bordando.
Todo dia era a mesma pergunta e a mesma resposta. Observava seu trabalho de uma posição abaixo de onde ela se encontrava sentada, e repetia: "Mãe, o que a senhora está fazendo?"
     Dizia-lhe que, de onde eu olhava, o que ela fazia me parecia muito estranho e confuso. Era um amontoado de nós e fios de cores diferentes, compridos, curtos, uns grossos e outros finos...Eu não entendia nada.
     Ela sorria, olhava para baixo e gentilmente me explicava: "Filho, saia um pouco para brincar, e quando terminar meu trabalho eu chamo você e lhe coloco em meu colo. Deixarei que veja o trabalho de minha posição.
     Mas eu continuava a me perguntar lá de baixo: Por que ela usava alguns fios de cores escuras e outras claras? Por que me pareciam tão desordenados e embaraçados? Por que estavam tão cheios de nós e pontos? Por que não tinham ainda uma forma definida? Por que demorava tanto para fazer aquilo?
Um dia, quando eu estava brincando no quintal,ela me chamou. "Filho, venha aqui e sente em meu colo".
     Eu sentei no colo dela e me surpreendi ao ver o bordado. Não podia crer. Lá de baixo parecia tão confuso! E, de cima, eu vi uma paisagem maravilhosa!" Então minha mãe disse:

     - "Filho, de baixo para cima parecia confuso e desordenado porque você não viu que na parte de cima havia um belo desenho... Mas, agora, olhando o bordado da minha posição, você sabe o que eu estava fazendo".


     Muitas vezes, ao longo dos anos, tenho olhado para o céu e dito: "Pai, o que estás fazendo?" Ele parece responder: "Estou bordando a sua vida, filho".
     E eu continuo perguntando: "Mas está tudo tão confuso...Pai, tudo está desordenado. Há muitos nós, fatos ruins que não terminam e coisas boas que passam rápido. Os fios são tão escuros... Por que não são mais brilhantes?"
     O Pai parece dizer: "Meu filho, ocupe-se com seu trabalho, descontraia-se...confie em mim. Eu farei o meu trabalho. Um dia, colocarei você em meu colo, e então vai ver o plano da sua vida da minha posição".
     Às vezes não entendemos o que está acontecendo em nossas vidas. As coisas são confusas, não se encaixam e parece que nada dá certo.
     É que estamos vendo o avesso da vida. Do outro lado, Deus está bordando.
     Que Deus faça de sua vida um lindo "bordado"!